Eu te amo muito!

Pai é a mesma coisa de mãe com bigode, os dois tem quase a mesma função, a única diferença que a mãe tem seu papel maternal de gerar e alimentar, e mulheres são mulheres, tem todo a delicadeza, mas agora sã outros quinhentos, o sujeito em destaque são os “pais”. E Pai tem de todo tipo, aquele brincalhão que está sempre jogando uma piadinha e é a diversão da galera. O Pai bonitão, que se veste super bem e que as amigas ficam de olho. O pai bravo, que comporta toda aquela pose de machão, mas no fundo é sentimental. O pai coruja, que não deixa a filha sair de roupa curta por causa do ciúme. O Pai de primeira viagem, um pouco desajeitado e bobão. O Pai ditador, que para emprestar o carro em uma sexta a noite é uma luta. O Pai liberal, que sempre faz todas as vontades do filho. O Pai moderno, que está sempre antenado com as novas tecnologias. O Pai babão, que adora presentear o filho e perguntar se já comeu isso e aquilo. Tem lá também aquele pai que não é o mesmo de sangue, mas faz o papel como ninguém e outras vezes é a própria mãe que faz o papel de pai. Mas Pai tem de todo o tipo, mas seja como for o seu pai, ele te acompanhou desde pequeno e te ensinou o que é o certo e o que é errado, claro que ele foi um pouco chato às vezes ou quase sempre, mas acredite, ele sabe o que faz. Eu não sei o seu, mas o meu pai se comunica comigo muitas vezes por olhares, e geralmente um olhar bravo que muitas vezes me fez sair correndo. Mas sabe, eu amo o meu, de fato ele é a minha mãe de bigode e que eu daria a minha vida pra proteger, é aquela coisa de amor incondicional. Mas desculpa ai, mas meu pai é o melhor do mundo.

 Fernando Engelberg

Anúncios